Fases da transição capilar: por que não desistir? por Soul Power - 23/07/2018
caret icon
BUSCAR

Bateu aquela vontade de jogar tudo pro alto e voltar a alisar os fios? Aceitar as fases da transição capilar e seguir em frente pode ser transformador.

Por Soul Power
  • Amei Amei
    Amei 655
  • Incrível Incrível
    Incrível 50
  • Hahaha Hahaha
    Hahaha 16
  • Curti Curti
    Curti 284
  • Chorei Chorei
    Chorei 19
  • Não gostei Não gostei
    Não gostei 14
  • Odiei Odiei
    Odiei 29
Soul Power
Por Soul Power

Quem já passou por todas as fases da transição capilar, sabe: apesar do resultado final ser muito gratificante, têm dias que dá uma vontade imensa de desistir.

O cabelo parece nunca crescer na velocidade que a gente espera, os fios nem sempre ficam como a gente vê nos blogs das cacheadas famosas e fazer uma nova progressiva parece simplesmente uma opção mais simples e prática.

Pensando em quem está passando por esse momentinho complicado, resolvi escrever o post de hoje. Então respira fundo, muita calma nessa hora e se liga nessas dicas!


Aprenda a entender as fases da transição capilar


Lembra quando você começou a aprender algo que queria muito, como dirigir? Foi pouco a pouco não, foi? Primeiro o instrutor te ensinou como funcionavam as marchas, o acelerador, a embreagem, e você morria de medo.

Depois aprendeu a fazer manobras mais complexas, passou por aquele momento em que achou que não ia aprender e hoje nem se lembra mais do dia em que não dirigia.

Com a transição capilar é mais ou menos assim. O começo é complicado mesmo. Mas não dura para sempre, é uma fase que vai passar.

Como o cabelo está crescendo, você precisa lidar com duas texturas diferentes. Como muita gente nem se lembra mais como eram os fios antes da progressiva, leva um tempo até entender quais os melhores produtos para cuidar dos fios.

 

Invista na texturização


Demora até você acertar a mão nos produtos? Sim. Mas é por isso que vocẽ vai desistir? Nunca. Imagine se você tivesse abandonado as aulas de direção porque estavam complicadas e até hoje não soubesse dirigir, por exemplo?

Por isso, força nessa transição! Uma boa dica é apostar na texturização das pontas lisas. Após lavar e condicionar os fios, aplique um bom estimulador de cachos - já tentou o Curly Cream Bomb da Soul Power? - e, com as mãos em formato de concha, amasse os fios com cuidado.

Aos poucos, isso vai ativando a memória dos fios e disfarçando aquele aspecto esticado.


Big chop: preciso fazer?


Muitas meninas que estão passando por esse processo fazem essa confusão e acham que a transição capilar tem que estar relacionada ao big chop, o grande corte que retira toda a química, ou a fios bem mais curtos.

Regra número 1 do clube da transição capilar: você não é obrigada a nada. O big chop é uma alternativa para quem não quer ficar lidando com duas texturas diferentes e prefere assumir de vez os fios naturais, mas não é uma imposição.

Por isso, vai no seu tempo e faça quando se sentir confortável. Não quer mesmo abrir mão do comprimento ou não se sente preparada para uma transformação tão radical? Você pode ir cortando os fios aos poucos, na medida em que eles vão crescendo. Lembre-se de que ter sucesso nas fases da transição capilar significa fazer você se sentir bem consigo mesma!


Aposte no cronograma capilar


Enquanto você se decide se vai ou não fazer o big chop, é importante cuidar muito bem dos cabelos em transição. Quanto mais hidratados e nutridos eles estiverem, mais bonitos ficarão, e menores são as chances de que você pense novamente em desistir do processo.

Uma boa ideia é apostar nos cronogramas capilares. Trata-se de uma rotina mensal de tratamento projetada para restaurar os fios, dividida em três etapas:

  1. Reconstrução, para reposição de proteínas,
  2. Nutrição, para reposição de gorduras,
  3. Hidratação, para reposição da água.

Para o cronograma capilar básico, devem ser realizadas 8 hidratações, 3 nutrições e 1 reconstrução, alternadamente. O intervalo entre cada uma delas deve ser de 48 horas.

Ao longo do tempo, conforme for conhecendo melhor os seus fios, você pode testar uma série de variações até entender a qual os seus cabelos se adaptam melhor.

Aos poucos, você vai notar que os fios de duas texturas de antes vão dando lugar a cachos e crespos mais fortes, macios e hidratados, e um dia não vai nem mais lembrar da época em que alisava os cabelos. Por isso, siga em frente!

 

---


Quer mais dicas de como lidar com as fases da transição capilar e manter os fios bonitos e saudáveis? Então vem dar uma olhada no blog da Soul Power!

Por Soul Power
  • Amei Amei
    Amei 655
  • Incrível Incrível
    Incrível 50
  • Hahaha Hahaha
    Hahaha 16
  • Curti Curti
    Curti 284
  • Chorei Chorei
    Chorei 19
  • Não gostei Não gostei
    Não gostei 14
  • Odiei Odiei
    Odiei 29
Soul Power
Por Soul Power

POSTS RELACIONADOS

ASSINE A #POWERNEWS

QUER PARTICIPAR

DA REDE

SOUL POWER?

Sabia que você pode enviar seus tutoriais, vídeos e textos para serem publicados aqui no blog?

Basta clicar no botão ao lado e completar algumas tarefas. Assim, você poderá ajudar várias cabeças feitas a entenderem mais sobre o universo dos cabelos ondulados, cacheados e crespos. Aceita o desafio?
FAZER PARTE
  • #SOULPOWER

    Você também pode descobrir mais sobre o universo Soul Power no Instagram.
    SEGUIR AGORA